Primeiro dia de Seminário Regional destaca importância dos municípios para implementação dos ODS e da NAU

O Seminário Regional Centro-Oeste do projeto Parceria pelo Desenvolvimento Sustentável (PDS) teve início na manhã desta terça-feira, 5, na sede da ABM em Brasília.

Ao longo do dia, foram socializadas informações e experiências, bem como histórico da construção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Nova Agenda Urbana (NAU), do desenvolvimento do projeto PDS e outras iniciativas de fortalecimento da agenda 2030 no âmbito dos municípios no Brasil.

“Fala-se muito da importância de atitudes individuais dos cidadãos em suas casas”, considerou Patrícia Menezes, da Rede ODS e da Prefeitura de Barcarena (PA). “Mas a agenda dos ODS só pode ser implementada por política pública ou legislação”, completou.

Os presentes – representantes de entidades, universidades e de Prefeituras da região centro-oeste – destacaram a importância de envolver as unidades sub-nacionais nos acordos multi-laterais firmados pelo Brasil. Entre eles, diversos documentos de compromisso com o combate ao aquecimento global, como o Acordo de Paris.

Para Mayra Juruá, do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), investir e trocar ciência, tecnologia e inovação é primordial para responder à altura os desafios que o século XXI nos traz. “São compromissos assumidos voluntariamente pelos países, até porque são de interesse geral”, ela disse.

A mesa que expôs boas práticas municipais na região foi transmitida ao vivo e os vídeos gerados estão disponíveis na íntegra na página da ABM no facebook.

Finalizando o primeiro dia de Seminário, foi apresentada e aclamada a Carta-Compromisso das Prefeituras com os ODS e a NAU, na qual os gestores celebram seu compromisso com esses princípios e ações norteadas por eles.

Leave a Reply