ABM convida o Ministro da Saúde para debater o financiamento da saúde

A Associação Brasileira dos Municípios (ABM) realiza no dia 20 de janeiro webinário de boas-vindas aos gestores e gestoras 2021-2024 para debater o financiamento e ações em saúde pública e para isso convidou o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o Deputado Federal e ex Ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), a presidente da Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABRES), Erika Aragão, e o presidente do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (CONASENS), Williames Freire. Um dos temas em destaque será o Plano Nacional de Vacinação Contra a Covid-19, elaborado pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI), lançado em dezembro do ano passado.

O evento “ABM Debate: Financiamento e ações em saúde no primeiro ano de governo” tem como propósitos subsidiar o planejamento e sanar dúvidas em relação ao plano de vacinação para os prefeitos e prefeitas que iniciaram os mandatos no dia primeiro de janeiro.

A presidente da ABM, Mônica Gomes Aguiar, afirmou que a entidade não poderia ficar a alheia a esse debate pela relevância e importância para o país. “O mandato da nova geração de prefeitos e prefeitas tem seu começo marcado pelas dificuldades na área de saúde. E as prefeituras são as responsáveis em levar os serviços em saúde a toda a população, através do SUS.  Não podíamos deixar de priorizar esse tema logo no início de 2021”.

Além do PNI outro tema importante que fará parte do encontro com o Ministro da Saúde e o Deputado Federal, será a nova metodologia de financiamento da Atenção Básica, definido pela Portaria 2979/2019 do Ministério da Saúde.

A portaria alterou o modelo de financiamento e irá, a partir de 2021, ter como referência, principalmente, o número de usuários cadastrados nas unidades de saúde. Os prazos de transição foram prorrogados para 2021, em função da crise da covid-19.

“Precisamos esclarecer se haverá ou não queda de receita para as Prefeituras, em primeiro lugar. Depois verificar se há condição do novo modelo ser aplicado em 2021, pois ainda não acabamos com a crise em saúde pública, marcada pela covid-19”, enfatiza Eduardo Tadeu Pereira, Diretor Executivo da ABM.    

 O webinário “Debate ABM: Financiamento e ações em saúde no primeiro ano de Governo” marca o início das atividades em comemoração dos 75 anos da entidade. A ABM é a entidade municipalista mais antiga do Brasil e da América latina.

O evento será transmitido pelo canal de Youtube/ABMTV, a partir das 10.

Para fazer sua inscrição acesse: https://abm.org.br/abm-debate-20-01-2021/

Leave a Reply