Virada Ambiental em Goiás terá plantio de 167 mil mudas

No estado de Goiás, a lei 20.552 instituiu o dia 22 de novembro como o Dia Estadual da Consciência Ambiental. Para celebrar a data pela primeira vez, acontecerá a Virada Ambiental, com o plantio de milhares de mudas. Até o momento, 167 municípios aderiram à ação, cada um responsável pelo plantio de, no mínimo, mil mudas.

A Virada Ambiental é uma ação de sensibilização de toda a sociedade goiana para a necessidade do plantio de espécies nativas do Cerrado. O projeto conta com a parceria e o apoio de diversas instituições públicas, governamentais e da sociedade civil, ligadas ao meio ambiente, ao ensino e à pesquisa, além das prefeituras que aderiram à proposta. “Trata-se de um evento em que todos são protagonistas e em que a principal bandeira é o ganho ambiental para a sociedade”, afirma o Diretor de Extensão da UFG, Emiliano Lôbo de Godoi, que também coordena o Programa UFG Sustentável.

Emiliano acrescenta que a Virada Ambiental é uma forma de alertar a sociedade para a urgente necessidade de se conservarem os recursos naturais. “Com o plantio das mudas, saímos do discurso e vamos para a prática”, considera. A intenção é incentivar a população a abraçar a causa e também participar do evento, fazendo com que ele seja uma ação permanente e precursora de outras iniciativas ambientais em nível nacional.

O plantio é realizado em áreas indicadas pelas prefeituras, em parceria com a Emater (Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária) local. “É uma ação fundamental para manter os serviços ambientais prestados pela vegetação”, afirma o professor Emiliano.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

A Virada Ambiental também está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). Eles compõem a agenda de ações que devem ser implementadas por todos os países do mundo até 2030. Entre os objetivos, estão medidas ligadas à conservação dos recursos naturais e à proteção e recuperação dos ecossistemas e da biodiversidade.

O professor Emiliano Lôbo de Godoi esteve no Seminário Regional Centro-Oeste do projeto Parceria pelo Desenvolvimento Sustentável, no início de novembro, onde apresentou a iniciativa entre as boas práticas municipais desenvolvidas na região. Segundo ele, em 2019, serão plantadas 167.000 mudas, e a meta é que, em 2020, plantem-se 5.570.000 mudas no Brasil.

Leave a Reply