Prefeitura de São Leopoldo adapta hospital para atendimento exclusivo a pacientes com coronavírus

Muitos municípios brasileiros estão gerando experiências-referência no combate à pandemia da Covid-19. Seguindo orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde), em colaboração com os governos estaduais e atentos às suas realidade locais, as Prefeituras têm elaborado e implementado ações para achatar a curva de contágio, promovendo o isolamento social; ampliar as condições de atendimento no sistema de saúde; e garantir a segurança alimentar da população, em especial, dos setores mais vulneráveis.

Um dos principais desafios no combate à Covid-19 é a preparação do sistema de saúde para atender à demanda. O pico de contágio leva ao estrangulamento dos sistemas de saúde.

Ciente do problema, a Prefeitura de São Leopoldo tomou a iniciativa de adaptar o único hospital público da cidade – o Hospital Centenário – para o tratamento dos e das doentes de Covid-19. Ele foi um dos 40 hospitais selecionados pelo Sírio-Libanês, de São Paulo, para Projeto Lean nas Emergências, que, desde 2018, tem como objetivo reduzir a superlotação dos serviços de urgência e emergência de hospitais públicos e filantrópicos.

Há três semanas, o Hospital Centenário vem desenvolvendo uma série de ações em conjunto com a Prefeitura. Uma delas foi a divisão em dois hospitais: uma área foi preparada para receber e tratar pacientes com suspeita de Covid-19, enquanto a outra atende à demanda geral. A Emergência Covid-19 possui 40 leitos, sendo 10 intensivos, equipados com respiradores, para pacientes graves. Atualmente, o Hospital Centenário possui 24 respiradores e chegará a 40 nas próximas semanas. Mas tem capacidade em sua rede de gases medicinais para até 50. “Poucos hospitais à nossa volta podem chegar a 50 respiradores. Isso é reflexo de um trabalho importante que vem sendo feito nos últimos dois anos para estruturar o Hospital e chegar ao padrão que está hoje”, destaca o prefeito Ary Vanazzi.

Da construção de um plano de capacidade plena para atendimento, com a liberação de leitos, contemplando a projeção de diversos cenários; até a montagem de equipe, espaço e equipamentos, e ações de comunicação visando a orientar a população, tudo está sendo trabalhado fortemente para que seja possível reduzir ao máximo o impacto da pandemia sobre a população da cidade.

Leave a Reply