Seminário abordou novas fontes de recursos para políticas públicas

Seminário abordou novas fontes de recursos para políticas públicas

Diante do cenário de restrições orçamentárias, as administrações municipais precisam pensar em outras fontes de recursos para o desenvolvimento de políticas públicas. O cenário foi traçado pelo diretor-executivo da Associação Brasileira de Municípios (ABM), Eduardo Tadeu Pereira, durante o seminário Acelera – Captação de Recursos para Implementação da Agenda 2030 nos Municípios, realizado na última quarta-feira (6/11) na sede da entidade, em Brasília.

Eduardo Pereira apontou os recursos não-governamentais como uma possibilidade, mas alertou para a necessidade de capacitação da gestão municipal para que sejam estruturados projetos adequados e inovadores. Neste cenário, ele identificou o potencial de iniciativas vinculadas ao desenvolvimento sustentável. O diretor da ABM destacou como importante a conexão da realidade local à agenda mundial, especialmente a dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos no âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU).

A associação dos 17 ODS com os ambientes municipais foi destacada nas palestras realizadas durante o Seminário por representantes da Caixa Econômica Federal, do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), da Agência de Cooperação Alemã (GIZ) e do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). Günther Wehenpohl, diretor de Programa da Agência de Cooperação Alemã (GIZ), falou da importância da gestão eficiente, na qual também devem ser considerados o custo da operação e da manutenção dos projetos. “Não é só a questão dos recursos”, reforçou.

O Seminário Acelera – Captação de Recursos para Implementação da Agenda 2030 nos Municípios, promovido em parceria com o Escritório de Aceleração de Projetos (EAP 54), fez parte da programação do Seminário Regional Centro-Oeste do projeto Parceria pelo Desenvolvimento Sustentável, desenvolvido pela Associação desde 2017 com financiamento da União Europeia no Brasil. O próximo seminário, que abrangerá a região Sul, será realizado nos dias 5 e 6 de dezembro em São Leopoldo (RS).

Nos últimos meses, em apoio ao fortalecimento técnico e à capacitação de gestores e servidores públicos municipais, a ABM, em parceria com o EAP 54, passou a oferecer um conjunto de cursos técnicos. A parceria será ampliada com a estruturação de um pacote de serviços às prefeituras associadas.