Mais Médicos ajuda Brasil a alcançar metas de saúde universal, avalia OPAS

Mais Médicos ajuda Brasil a alcançar metas de saúde universal, avalia OPAS

 

Em visita a São Paulo, a diretora adjunta da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Isabella Danel, elogiou o Mais Médicos, descrito como “um êxito” por ampliar o acesso à atenção primária. “O fortalecimento desse setor é primordial para a saúde universal”, defendeu a especialista durante ida ao Hospital Municipal Infantil Menino Jesus. Dirigente conheceu parceria entre o programa e a capital paulista.

Atualmente, o município conta com 262 profissionais do Mais Médicos. Desses, 78 são cubanos que vieram para o Brasil por meio da cooperação entre o país e a OPAS. “Havendo mais acesso à atenção primária, há, por exemplo, menos internações hospitalares e mais eficiência no gasto dos recursos”, acrescentou Isabella. Segundo a dirigente, o Mais Médicos tem contribuído para que a nação sul-americana alcance suas metas de saúde universal.

Durante a visita ao centro de atendimento, a OPAS apresentou o Sistema Integrado de Informação Mais Médicos (SIMM), um aplicativo que está sendo desenvolvido para coletar e sistematizar estatísticas sobre o programa. A ferramenta também visa aprimorar a gestão e o controle administrativo e financeiro do projeto.

O aplicativo, que estará disponível para gestores de saúde, médicos do programa e o público em geral, foi desenvolvido em parceria com o Campus Virtual de Saúde Pública (CVSP) e funcionará em três idiomas: português, espanhol e inglês.

 

Com informações da Organização das Nações Unidas(ONU).