Fundos Internacionais de Financiamento Climático

Os Fundos Internacionais de Financiamento Climático apoiam projetos de mitigação e adaptação aos efeitos das mudanças climáticas. Com base em princípios definidos em 1992, na Conferência do Rio (ECO-92), quando foi estabelecida a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (UNFCCC), países desenvolvidos auxiliam países em desenvolvimento na adaptação às mudanças climáticas e apoiam a estruturação de planos climáticos nacionais. Este compromisso é referendado pelo Acordo de Copenhague, de 2009, que estabelece o objetivo de mobilizar, até 2020, US$ 100 bilhões/ano em recursos públicos, privados e fontes alternativas.

Complexa e diversificada, a arquitetura de financiamento climático internacional é composta por diversos fundos específicos. Dentre eles, destaca-se o Fundo Verde do Clima (GCF), estabelecido em 2010, que conta com contribuições anunciadas (pledges) de mais de US$ 10 bilhões, provenientes de 43 países. Maior fundo climático na estrutura global em volume de recursos, o GCF é a única entidade multilateral de financiamento com os propósitos de servir exclusivamente a UNFCCC e de auxiliar na implementação dos objetivos do Acordo de Paris.

Diante da relevância de iniciativas relacionadas às mudanças climáticas no Brasil, o Escritório de Aceleração de Projetos (EAP 54) estruturou um curso especial com ênfase na arquitetura de financiamento vigente. Ministrado por especialista na área, o curso aborda ambientes como os mecanismos financeiros disponíveis, em especial o Fundo Verde do Clima, e os critérios de elegibilidade para financiamento de projetos no País.

 

 

 

CURSO: FUNDOS INTERNACIONAIS DE FINANCIAMENTO CLIMÁTICO

 

 

 Resumo

 

Curso especial com ênfase na contextualização da arquitetura de financiamento climático internacional, em especial a do Fundo Verde do Clima (GCF). Enfoca critérios de elegibilidade e processos de preparação de propostas para acesso recursos do GCF.

 

 

Objetivos

 

Capacitar profissionais envolvidos na elaboração de projetos relacionados às mudanças climáticas – acerca das fontes de financiamento multilaterais disponíveis para projetos no Brasil, com ênfase nos processos relacionados ao

GCF.

 

Público  

Servidores públicos, consultores, analistas, funcionários de ONGs, Organismos Internacionais e instituições privadas.

 

Metodologia  

Expositiva, com apresentação de exemplos de projetos aprovados no GCF e avaliação da realidade de trabalho e do grau de inserção dos participantes no processo de elaboração de propostas de financiamento relacionadas às mudanças climáticas.

 

 

 

Carga horária

 

 

16 horas

Obs.: Curso realizado em dois dias, com atividades das 8h às 12h e das 14h às 18h.

 

 

Datas

 

 

25 e 26 de setembro  de 2019

 

 

Local

 

 

Auditório da Associação Brasileira de Municípios (ABM), SAUS, Quadra 5, Bloco F, Brasília (DF).

 

 

 

Capacitador

 

 

ÉRICO RIAL PINTO DA ROCHA

Servidor público federal, é economista formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com mestrado em Ciências Econômicas no PPGE/UFRJ. Possui vasta experiência nas áreas de financiamento à mudança climática, precificação de Carbono, contabilidade ambiental, análise de políticas públicas, macroeconomia e desenvolvimento econômico. Estudou Desenvolvimento Econômico Comparado, com ênfase no desenvolvimento da América Latina, nas universidades de Salamanca (Espanha) e Ghent (Bélgica). Como coordenador de Desenvolvimento Internacional e Sustentabilidade na Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda, acompanhou diretamente as diretrizes e políticas dos organismos e fóruns internacionais de financiamento e desenvolvimento, em especial do Fundo Verde do Clima.

 

 

 

Programa do curso

 

I – Arquitetura de Financiamento Climático Internacional: Histórico, Conceitos e Fundos Multilaterais

I.I – Introdução ao Financiamento Climático Internacional: A Economia da Mudança Climática;

I.II – O Financiamento Climático no Âmbito das Negociações Internacionais: O Papel da UNFCCC;

I.III – Fundos de Financiamento Climático: Diferenças e Complementaridades; e

I.IV – Arquitetura de Financiamento Climático no Brasil.

II – O Fundo Verde do Clima

II.I – Estrutura Operacional, Critérios de Investimento e Elegibilidade para Aprovação de Projetos;

II.II – O GCF no Brasil: Processos Nacionais para a Elaboração de Propostas;

II.III – Elaboração de Projetos para o GCF: Modelos, Processos e Documentos do Fundo Verde do Clima; e

II.IV – Exemplos de projetos aprovados.

 

 

Vagas

 

 

Limitadas

Obs.: No mínimo 10 participantes para a realização do curso.

 

 

Investimento*

 

 

Associado da ABM: R$ 2.400,00

Não associado da ABM: R$ 3.000,00

Obs.: A inscrição será validada após recebimento do comprovante de pagamento com identificação do participante.

* Incluindo almoço e coffee break.

 

Serviços  

Coffee break

Almoço

Material didático

Declaração de comparecimento

Certificado de Conclusão

Atendimento pós-curso

 

 

Informações

 

 

WhatsApp: (61) 99664-5454

E-mail: eap54projetos@gmail.com / cursos@abm.org.br /

Telefone: (61) 3043-9900

 

 

FAÇA SUA INSCRIÇÃO