ABM participa do 33º Congresso Mineiro de Municípios

image
Presidente da ABM, Eduardo Tadeu Pereira, discursa na abertura do evento

As consequências da crise econômica na aplicação da Lei de Responsabilidade Fiscal e os reflexos nas eleições de 2016 é o tema central do 33º Congresso Mineiro de Municípios, promovido pela Associação Mineira de Municípios (AMM). O evento acontece entre 3 e 5 de maio e conta com o apoio da Associação Brasileira de Municípios (ABM), que está sendo representada pelo presidente Eduardo Tadeu Pereira.

Eduardo participou da abertura oficial do evento ao lado de autoridades do estado de Minas Gerais, como o vice-governador Antônio Andrade, o prefeito de Belo Horizonte e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Márcio Lacerda, o prefeito de Pará de Minas e presidente da Associação Brasileira de Municípios (AMM), Antônio Júlio de Faria. “O tema abordado nesse Congresso é muito pertinente nesse momento de crise e ela tem maior impacto sobre os municípios. É na porta dos prefeitos e prefeitas que os cidadãos batem para cobrar acesso e melhoria dos serviços públicos e isso inviabiliza corte de despesas”, descreve o presidente da ABM. Ele ainda alertou as dificuldades para o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. “Precisamos que a lei seja coerente com os períodos de crise. A folha de pagamento, por exemplo, tem um crescimento vegetativo e quando há queda de receita não há como não ultrapassar o limite previsto”.

FullSizeRender
Gilmar Dominici, assessor especial da Subchefia de Assuntos Federativos da Presidência da República; Antônio Júlio de Faria, presidente da AMM; Eduardo Tadeu Pereira, presidente da ABM e Divino Alexandre, presidente da FGM.

O presidente da AMM entregou a Eduardo a Medalha do Mérito Municipalista Celso Mello de Azevedo, a mais alta condecoração conferida pelos prefeitos mineiros às personalidades e entidades que contribuem com o seu trabalho em favor do municipalismo. “As entidades estaduais desempenham um importante papel na articulação dos municípios em sua área de atuação. Ser reconhecida pela AMM agrega ainda mais valor à trajetória da nossa entidade”, agradeceu Eduardo.

O 33º Congresso de Municípios aprofundou o debate sobre diversas áreas da gestão, através de eventos segmentados, como a sexta edição do Seminário de Gestão e Arrecadação Municipal e do Congresso Mineiro de Vereadores, o I Fórum Eleitoral, o I Seminário de Assistência Social, o II Fórum de Iluminação Pública, o III Encontro Estadual de Secretários Municipais de Meio Ambiente, Obras, Pecuária e Agricultura e um amplo debate sobre Judicialização da Saúde.

 

 

Leave a Reply